Jovem desaparecido há mais de um mês é encontrado na ocupação da UFPI



O estudante de 18 anos Carlos Laert, foi dado como desaparecido por sua família há mais de um mês. A polícia iniciou as buscas e durante todo esse tempo, o jovem não havia sido encontrado. Já com as buscas encerradas, e sem esperança, a mãe do rapaz viu um video na internet de um protesto na UFPI contra um professor. Ela então conseguiu identificar entre os manifestante o seu filho.

Logo ao perceber, correu para UFPI atrás do rapaz que se recusou a voltar pra casa, segundo ele, a causa é mais importante que a família “Sê loco meu, eu tô aqui pra mudar as coisas, eu tô revolucionando o mundo, temos que ocupar pra mudar bicho”, Disse o Jovem.

Desesperada a mãe implorou pra ele ir pra casa por que ele já havia pegado muita falta na escola. “Ele não quer ir, esse moleques de hoje em dia, a gente dá tudo do bom e do melhor, paga escola cara e eles fazem isso”, desabafa dona Marta, mãe de Carlos.

O movimento ocupaUFPI se pronunciou sobre o caso, eles alegam que estão de total apoio ao jovem Rafael, e que ninguém pode impedi-lo de lutar por uma educação melhor. “É um absurdo alguém querer privar um jovem de lutar por seus direitos, todos são bem vindos aqui, independentemente de ser ou não da UFPI, temos mesmo é que lutar contra esse sistema imundo”, diz o líder do movimento que preferiu não se identificar.

Já o movimento EndireitaUFPI, que é contrário as ocupações, postou em sua página no facebook uma nota dizendo que o garoto está sendo mantido em cárcere privado, e que a integridade física do rapaz está sendo ameaçada.

Procurado pela equipe do Portal Piau, o movimento não quis dá entrevista e também não permitiu que publicássemos a nota na matéria.



As notícias deste site são fictícias e objetivo é fazer humor 

Postar um comentário

0 Comentários