Polícia investiga jornal Meio Norte pelo assassinato do Jornalismo

A polícia Militar do Piauí registrou contra o Jornal Meio Norte de Teresina na manhã desta terça feira Dia 10 uma denúncia de assassinato ao jornalismo. A denúncia é devido à manchete publicada no dia 10, onde ela chama manifestantes contra o aumento de da passagem de ônibus de vândalos.

O titulo da manchete que é "Vândalos incendeiam ônibus" chocou a comunidade jornalística de Teresina, que considera isso um assassinato ao jornalismo.

"Vejo um grande atendado ao fazer jornalístico, os responsáveis devem ser punidos por essa morte", diz um jornalista que preferiu não se identificar. O jornalista ainda disse que uma matéria como essa não deve ser considerada jornalismo. "Isso não é jornalismo, mataram a ética, mataram o jornalismo", desabafa.

O Coronel Edivaldo da Polícia Militar, diz que o caso está sendo investigado e que  todos os procedimentos já foram tomados. "Estamos identificando o meliante, suspeitamos de um jornalista que assinou a matéria, mas como não o pegamos em flagrante não podemos prendê-lo", diz.


A manchete pode ser comparada com outra do jornal O Dia, publicada no mesmo dia que diz: "Ônibus é queimado durante protesto contra reajuste". Que de acordo com a ética jornalística seria a melhor forma de trazer a notícia.

As notícias deste blog são fictícias e o objetivo é fazer humor

Postar um comentário

0 Comentários