Carta revela que menino do Acre está escondido na Santa Maria da Codipi


Uma carta deixada pelo estudante de filosofia Bruno para sua namorada revelou que ele tinha planos de se refugiar no bairro Santa Maria da Codipi em Teresina. Na carta ele revela que escolheu o local por ser muito afastado da civilização, e por isso poderia estudar suas teorias sem que nada o incomodasse.

“Depois de escrever meus livros e deixar um legado que vai mudar a humanidade eu precisarei me refugiar em um lugar muito distante, fiquei sabendo que em Teresina existe um local que é muito afastado de tudo, estou pensando em ir para lá, o nome é Santa Maria da Condipi, ouvi dizer que lá tem até tribos que nunca tiveram contato com a civilização”, disse Bruno em sua carta.

A polícia do Acre afirma em nota que depois de encontrar a carta deu as buscas por encerrado pois não tem como ir até o local devido a distância e o difícil acesso. “Não temos recursos para as buscas, precisaríamos de um helicóptero e levaríamos muitos meses para chegar ao local, nossos homens não são treinados para uma operação tão arriscada”, diz a nota.

Postar um comentário

0 Comentários