Jovem assume ser comunista e pais o expulsam de casa "Dei a melhor educação pra isso", diz o pai



O estudante de Ciências Sociais, Victor Silva, foi expulso de casa após revelar para sua família que é comunista e que participa movimento estudantil. Segundo seu pai, o empresário Roberth Mendes, ele revelou em um almoço em família.
"Toda a família estava reunida naquele domingo lá em casa, meus pais meus irmãos, todo mundo. Então nós começamos a conversar sobre política e falar sobre o nosso medo de transformarem o Brasil em uma Venezuela e xingamos o Lula. Foi então que ele se levantou e disse que precisava confessar uma coisa. Eu achei que ele iria dizer que ia ser pai ou que tinha reprovado em alguma matéria, ou até que tinha atropelado alguém. Suportaria qualquer um desses. Mas aí ele disse que é de esquerda, comunista e participa do DCE da universidade. Foi um baque", revela o empresário.
Roberth também comentou como ficou ruim o clima na casa e que o garoto teve que ser expulso da família. "Eu tive que expulsa-lo, com que cara eu iria olhar para os meus amigos tendo um comunista dentro de casa? Expulsei e deserdei ele. Ele foi embora  e saiu gritando Lula livre. Aquilo foi só para me provocar", afirma.

As notícias deste site são fictícias e o objetivo é fazer humor 


Postar um comentário

0 Comentários