Urnas eram na verdade máquinas do tempo e o 17 servia para voltar 4 séculos atrás, revela TSE


Após o presidente eleito Jair Bolsa de colostomia escolher vários ministros com pensamentos ultrapassados, o Tribunal Superior Eleitora (TSE), revelou que as urnas eletrônicas destas eleições eram na verdade máquinas do tempo e que ao apertar o número 17, nós voltaríamos ao século XVII.
Levando em consideração ministros que acreditam que a terra é plana, que duvidam do aquecimento global, são contra os direitos LGBTS e estão querendo proibir as pessoas terem pensamento crítico,  e ainda uma que acha que a igreja deve governar o país, nosso especialistas em histórias concluíram que realmente votamos 4 séculos no tempo.
Ainda segundo o TSE, se a maioria dos votos tivessem sidos no 13, nós voltaríamos para 2013, época em que o Lula ainda era presidente da república.

As notícias deste site são fictícias e o objetivo é fazer humor 

Postar um comentário

0 Comentários