Pombos e chineses entram na justiça por disputa de território no Centro de Teresina



Quem anda no Centro de Teresina já percebeu que a população de lá se resume em pombos e chineses. Todas as lojas de vareardes e as lanchonetes pertencem a um chinês em Teresina. Um estudo aponta que em 2030 os chineses já serão uma população maior do que a própria população nativa de Teresina. E eles também já vão ter dominado todo o comércio, botando o João Claudino, Fran Ly e o Ciro Nogueira para correr.
Além de chineses, pombos também são encontrado ao monte no centro. É certeza que quem andar lá volta para casa cagado, ou com chip e um panfleto na mãe Dina. Mas parece que os pombos, por serem moradores mais antigos, estão incomodados com a proliferação de chineses no Centro e resolveram entrar na justiça por disputa de territórios.
Segundo o representante legal dos pombos, eles já não tem mais espaço para se movimentarem e não podem mais cagar em um teresinense em paz. "Pruuuu, a gente tá aqui desde sempre, pruuu e agora chegam esses olhos puxados pruuuu querendo tomar nosso território, fora que eles pruuu estão matando nosso povo para colocar nos pasteis deles. E eles só se multiplicam, parecem um gremmyli. Cada chuva que dá aparece mais", reclamou o pombo.
Já um chinês, afirma que eles tem direito de ficarem no local e quem tem que sair são os pombos. "Esses flangos minúsculos ficam cagando em nossos clientes e eles palam de vilem aqui no centlo. E é mentila que que nós matamos eles pala coloca no pastel, Nosso pastel é de flango mesmo", disse o chinês.

As notícias deste site são fictícias e o objetivo é fazer humor 

Postar um comentário

0 Comentários