Após mais uma operação, PF-PI decide criar QG na Seduc-PI para evitar deslocamentos



A Polícia Federal do Piauí realizou na manhã desta quarta-feira (20) mais uma operação na Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Desta vez é sobre uma licitação que desviou mais de um milhão da merenda escolar.
Sem serem surpreendidos, os funcionários da pasta receberam os agentes com cafezinho e se trataram até por primeiro nomes e apelidos, isso porque a PF já foi tantas vezes lá que eles se tornaram íntimos. E foi por isso que a Polícia Federal resolveu criar um Centro de investigação dentro da própria Secretária.
Segundo informações, o objetivo é evitar deslocamento desnecessários, que virou hábito fazer operações no órgão. "Quase todas as semanas estamos aqui realizando alguma operação, então resolvemos montar o ponto de investigação lá mesmo para evitar gastos desnecessário com combustível. Falei com a Rerre, (Secretária Rejane Dias) e ela topou.. O Dudu também vai contribuir com a gente", disse o chefe a investigação que é conhecido com Cabecinha dentro da Seduc. 

As notícias deste site são fictícias e o objetivo é fazer humor 

Postar um comentário

0 Comentários