A prefeitura de Teresina é um cosplay do Governo Bolsonaro



Não é só pelo fato de o executivo ser composto por um velho burro e um militar retardado. O cosplay, que por sinal quase não dá pra perceber que não é o verdadeiro, vai muito além disso. É um cospley que se preocupa em reproduzir as características mais marcantes do Governo Bolsonaro.

O figurino de gestor que assumi o cargo e não faz nada que preste pelo seu povo, é cuidadosamente reproduzido, inclusive com o detalhe das manchas de sangue na luva, de quem não se importa com a pandemia e é louco pra acabar com as medidas de isolamento social. Se alinhando perfeitamente ao lindo chapéu de papel de trouxa, que o os eleitores fizeram para ele. 

E não é só o figurino do Governo Federal que nossa prefeitura consegue reproduzir. Ela consegue, de forma magnânima, imitar as performances de um gestor paranoico, que acusa todo mundo de ilegalidade, mas tem um passado que não é tão legal. Além de passar mais tempo reclamando do gestor anterior do que trabalhando. Essa função fica a cargo do vice, que aliás é o único erro do cosplay, já que no Governo Bolsonaro, o vice não serve pra nada e na prefeitura de Teresina, quem não serve é o titular. 

A imitação mais recente, me fez acreditar por alguns instantes que quem estava gerindo nossa Teresina, era realmente o próprio Bolsonaro. Já que a prefeitura de Teresina, copiou de forma magnifica o ódio que o ele tem pela cultura. Eu te juro que vi direitinho o Bolsonaro acabando com contratos de mais de 20 anos entre grupos culturais e a Fundação de Cultura Monsenhor Chaves. É sério, no vídeo que o vice/prefeito Robert Rios postou, dando explicações vagas, outra incrível imitação do Bolsonaro, eu esperei ele dizer talkey e terminar com a frase "um forte abraço"

Sinceramente? Um cospley digno de ser premiado na Comic com de San Diego

Postar um comentário

0 Comentários